MK-2866 (OSTARINE)

MK-286 - Ostarine

PROMOVE EFEITO “RECOMP”.
PERDA DA GORDURA CORPORAL E AUMENTO DA MASSA MUSCULAR AO MESMO TEMPO.

Nome Químico
Ostarine (MK-2866)

Sinônimos
841205-47-8, Enobosarm, MK-2866, GTx-024, 1202044-20-9, SARM anabólico.

Padronização
99,2%

Classe
Suplementação esportiva Anabolizante

Dose usual
15 a 25 mg por dia. Tomadas num ciclo de 4 a 6 semanas. A dose pode ser ajustada para até 35 mg em alguns casos e à critério médico.

Indicações do produto

  • Promove o crescimento muscular;
  • Efeito “recomp”;
  • Máxima definição muscular;
  • Aumento da força muscular;
  • Manutenção de tecido muscular magro; Ÿ Aumento da resistência muscular;
  • Redução da gordura corporal;
  • Aumento do condicionamento físico.

Atualmente no mercado, existem alguns hormônios selecionados que, se usados de forma inteligente e correta, podem ajudar em uma construção muscular adequada e promover a queima de gordura em paralelo. O maior desafio hoje em dia é o indesejado, mas inevitável, depósito de gorduras. A maioria dos depósitos de gorduras são encontrados ao redor da barriga, cintura, coxas, braços, ombros e peito e são persistentes e precisam de tratamentos especiais para se livrar deles. Entre as muitas opções disponíveis, apenas uma em especial promove simultaneamente o cresci- mento muscular e a redução de gordura corporal acumulada, o chamado efeito “recomp”. MK-2866, também conhecido como Ostarine, é considerado um dos mais potentes e eficazes SARM (Modula- dor Seletivo de Receptores Androgênicos) pois não atua somente ajudando a esculpir e desenvol- ver músculos de alta qualidade, mas também a se livrar de depósitos de gordura acumulados em várias partes do corpo. MK-2866 é um agente não esteroidal com ativida- de anabólica. Foi desenvolvido para funcionar como a testosterona, promovendo e ou mantendo a libido, a fertilidade, o crescimento e a força muscular. Imitando a ação da testosterona, MK2866 pode aumentar a massa corporal magra, melhorando assim o desgaste muscular no estado hipermetabólico da caquexia.

Anabolizantes esteroides como a testosterona se convertem em estrogênio, o qual é o principal responsável pela retenção de líquidos, inchaço e ganho de peso. Em outras palavras, a testosterona é um construtor muscular muito negligente, uma vez que para alcançar o crescimento muscular adiciona muita retenção de líquidos, acumulo de gordura e aumento de peso.
MK-2866 promove os mesmos benef ícios dos anabolizantes esteroides, porém, ele não é um esteroide ou um pró-hormônio. Por essa razão, MK 2866 não é convertido em estrogênio e promove de uma maneira otimizada, um crescimento muscu- lar magro de alta qualidade associado à uma maior definição muscular livre de inchaços e ou aumento de tecido adiposo. Além de também não promover efeitos como ginecomastia, aumento descontrola- do da pressão arterial e o surgimento de espinhas por todo corpo.
MK-2866 possui alta absorção e segurança além de uma excelente especificidade de mecanismo de ação, o que garante a obtenção de resultados altamente impressionantes no menor período de tempo. É bastante seguro e também possui um grande impacto na cicatrização de lesões atuando como um excelente recuperador muscular pós- treino físico intenso. É particularmente útil quando se trata de lidar com lesões em músculos, tendões e ossos.

MECANISMO DE AÇÃO
Por se tratar de um modulador seletivo do receptor de androgênio, MK-2866 se liga ao receptor androgênico e demonstra a atividade seletivamente anabólica no tecido ósseo e muscular. Não exerce atividade androgênica em tecidos musculares não-esqueléticos. A ligação e ativação do receptor de andrógeno modifica a expressão de genes e estimula a síntese de proteínas, aumentando assim o músculo. Então, essencialmente, MK-2866 promove o crescimento muscular muito parecido com os esteroides anabolizantes, no entanto, ao contrário da testosterona, juntamente com outras drogas esteroides e pró-hormônios, a utilização de MK- 2866 não impacta no crescimento na próstata, juntamente com outros órgãos sexuais secundários.

MK-2866 particularmente coloca seus efeitos anabólicos nos tecidos musculares quase exclusi- vamente. Por isso, não representa apenas uma nova opção potencial de tratamento para um amplo espectro de condições de doenças muscula- res, mas também pode ser imensa possibilidade de construção de massa muscular para fisiculturistas, fitness, atletas esportivos, bem como um agente para reduzir a atrofia durante os períodos de recuperação de procedimentos cirúrgicos graves ou a mesma situação.

Tempo de Meia Vida
O tempo de meia vida de MK-2866 é de 24 horas, logo, sua administração se faz necessá- ria apenas uma vez ao dia preferencialmente tomado com o estômago vazio logo pela manhã.

É seguro para mulheres?
Por não exercer efeitos andro- gênicos, MK-2866 é seguro para administração em mulhe- res. Recomenda-se a dose de 12,5 mg/dia.

ESTUDOS
Ostarine aumenta a massa magra e melhora o desempenho físico em idosos saudáveis. A caquexia do câncer resulta em perda seletiva do músculo esquelético, resultando em fraqueza, redução da atividade física e menor qualidade de vida. A caquexia do câncer também diminui a resposta à quimioterapia e sobrevida. Esteroides anabolizantes parecem aumentar o peso e a massa muscular em pacientes com câncer, mas têm o potencial para masculinização em mulheres e estimulação da próstata em homens. Uma nova classe de moduladores seletivos não-esteroides do receptor androgênico (SARMs) está sendo desenvolvida para uso na caquexia do câncer. SARMs são projeta- dos para ter predominantemente atividade anabólica no músculo e osso com efeitos androgênicos mínimos na maioria dos outros tecidos. Foi relizado um estudo de prova de conceito de fase II randomizado de ostarina, o primeiro SARM da classe, em mulheres saudáveis na pós-menopausa e homens idosos antes de iniciar um estudo de fase II em pacientes com câncer.

Sessenta homens idosos (média de idade 66 anos) e 60 mulheres na pós-menopausa (idade média de 63 anos) foram aleatoriamente designados para receber Ostarine 0,1, 0,3, 1 mg, 3 mg ou placebo durante três meses. O desfecho primário foi a mudança da linha de base para três meses em massa corporal magra total (LBM) medida por absortometria radiológica de dupla energia (DXA). O ponto final secundário principal foi um teste de desempenho funcional de subida de escada que mediu a velocidade e a potência exercidas. As avaliações incluíram avaliações laboratoriais de segurança e avaliações adicionais de atividade androgênica incluindo PSA, produção de sebo e hormônio luteinizante.

Os resultados mostraram que o tratamento com Ostarine resultou num aumento dependente da dose no LBM total, com um aumento de 1,4 kg em comparação com o placebo (p <0,001) na dose de 3 mg. Aumento da massa magra translúcida tradu- ziu-se em uma melhora no teste de subida da escada tanto na velocidade (+ 15,5% ± 12,9 tempo mais rápido, p = 0,006) quanto na potência (+ 25,5% ± 20,3 watts, p = 0,005). Não houve eventos adversos graves relatados. Não houve alterações significativas no PSA, produção de sebo ou hormônio luteinizante.

Concluiu-se que Ostarine melhora a LBM e o desempenho físico em homens e mulheres idosos saudáveis e não teve efeitos colaterais androgênicos indesejados.


Consulte seu médico e fale conosco.
Nossos farmacêuticos estão aptos a prescrever formulações.
De acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia.

Clicando no link acima à direita, você será redirecionado para a página de solicitação de orçamentos.
Preencha o formulário, informe no campo MENSAGEM, o produto em questão e aguarde nosso contato!

HA Powder

HA Powder

PROTEÇÃO DAS ARTICULAÇÕES DURANTE A ATIVIDADE FÍSICA

COMBATE A OSTEOARTRITE
LUBRIFICAÇÃO DAS ARTICULAÇÕES
FACILITA CICATRIZAÇÃO E REGENERAÇÃO DA PELE

O HA POWDER é o ácido hialurônico em pó, uma glicosaminoglicana com propriedades anti-inflamatórias
e antiedematosa, encontrado nas articulações, no tecido subcutâneo e na pele. O ácido hialurônico está presente
no líquido sinovial e na matriz extracelular da cartilagem sendo responsável pela viscoelasticidade e propriedades
lubrificantes da fluído sinovial. Na osteoartrite (OA), a concentração do líquido sinovial é reduzida e a as
propriedades viscoelásticas do fluído estão comprometidas, aumentando susceptibilidade da cartilagem à lesão.

MECANISMOS DE AÇÃO
O ácido hialurônico se liga em receptores específicos chamados cluster CD-44 e proteínas de ligação como
agrecan e versican. Um dos mecanismos de ação do ácido hialurônico indica que as células sinoviais do
tipo B podem detectar no ambiente articular a concentração extracelular de ácido hialurônico e traduzir
essa informação para expressão de genes que conduzem a síntese de novo ácido hialurônico.
Além dos efeitos mecânicos de promover melhor distribuição de forças, diminuir a pressão do peso e recuperar
as propriedades reológicas do líquido sinovial, o ácido hialurônico também atua bioquimicamente diminuindo
as expressões gênicas das citocinas, diminuindo assim a produção de prostaglandinas.

O ácido hialurônico não é absorvido no corpo como um polímero de alto peso molecular após a ingestão.
É decomposto em polissacarídeos de 2 membros por bactérias entéricas, e estes polissacarídeos são
parcialmente absorvidos pelo corpo pelo intestino delgado. Após a decomposição de HA por bactérias
entéricas a uma formade baixo PM, sabe-se que os polissacarídeos livres migram para as articulações
e outros tecidos.

Concentração recomendada
Uso oral: Dosagem usual de 50mg a 250mg ao dia, divididas em 2 a 5 vezes ao dia, com ou entre as refeições.

SUGESTÃO DE FORMULAÇÃO
Condroprotetor lubrificante de articulação
HA Powder......................... 150mg
Glucosamina Sulfato.......... 500mg
Condroitina Sulfato............ 400mg
Modo de usar: Ingerir 1 cápsula ao dia, longe das refeições.


Consulte seu médico e fale conosco.
Nossos farmacêuticos estão aptos a prescrever formulações.
De acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia.

Clicando no link acima à direita, você será redirecionado para a página de solicitação de orçamentos.
Preencha o formulário, informe no campo MENSAGEM, o produto em questão e aguarde nosso contato!

Vitamina K2

Vitamina K2

As vitaminas são substâncias orgânicas presentes em pequena quantidade nos alimentos, tendo por finalidade a participação em variadas reações metabólicas controladas por enzimas e coenzimas. São indispensáveis ao funcionamento do organismo na forma de cofatores, essenciais para a ação de muitas enzimas, desempenhando um papel vital no metabolismo celular.

O organismo humano promove a síntese de algumas vitaminas, necessitando, no entanto, do suprimento alimentar. A designação vitamina K deriva da primeira letra da palavra dinamarquesa koagulation. Menaquinona (vitamina K2), sintetizada por bactérias, podendo variar de MK4 a MK13. Presente em produtos animais e alimentos fermentados. A vitamina K atua como cofator para a carboxilação de resíduos específicos de ácido glutâmico para formar o ácido gama carboxiglutâmico, aminoácido presente nos fatores de coagulação e que se apresenta ligado ao cálcio, podendo, ainda, regular a disposição do elemento cálcio na matriz óssea como parte da osteocalcina.

PROPRIEDADES
A função clássica da vitamina K é a atuação como coenzima durante a síntese da forma biologicamente ativa de uma série de proteínas envolvidas na coagulação do sangue e no metabolismo ósseo. O avanço no conhecimento das funções potenciais da vitamina K na manutenção da saúde humana tem sido acompanhado por um número substancial de estudos dedicados a definir os papéis da vitamina K na prevenção de doenças crônicas, incluindo a osteoporose e a doença cardiovascular. A vitamina K é conhecida pela sua atividade de coagulação do sangue. No entanto, reconhece-se agora que a vitamina K2 é ideal para o corpo utilizar o cálcio, a fim de construir os ossos fortes, saudáveis e para inibir os depósitos de cálcio nas artérias. A vitamina K2 é necessária, a fim de ativar a osteocalcina - a proteína responsável pela ligação aos íons de cálcio na matriz do osso - tornando os ossos mais fortes.

DADOS CIENTÍFICOS DOS BENEFÍCIOS DA VITAMINA K2
TRATAMENTO ARTRITE REUMATOIDE
Estudo avaliou a eficácia clínica de monoterapia com alendronato e terapia combinada com alendronato + vitamina K2, na artrite reumatoide em pacientes pós-menopausa com osteoporose ou osteopenia. A terapia com alendronato + vitamina K2 diminuiu os níveis de marcadores do metabolismo ósseo e níveis séricos de osteocalcina, além de aumentar a densidade óssea da coluna lombar e do fêmur.

PREVENÇÃO DO RISCO CARDIOVASCULAR E OSTEOPOROSE NA PÓS—MENOPAUSA
Estudo avaliou o papel do resveratrol, inositol, vitamina D e K na prevenção de risco cardiovascular e osteoporose na peri e pós-menopausa. A vitamina K2 apresenta efeitos sobre o cálcio e indivíduos com níveis mais elevados de cálcio nos ossos tendem a ter uma menor frequência de calcificações vasculares e um menor risco cardiovascular. A vitamina K2, também tem um papel crucial na homeostase óssea. Resveratrol tem também um efeito antiplaquetário e pode prevenir doenças cardiovasculares, inibindo a proliferação de fibroblastos cardíacos. Resveratrol também interage com a vitamina D na promoção da saúde dos ossos. O inositol apresenta eficácia na melhoria da síndrome metabólica em mulheres pós-menopausa. Assim, a suplementação com o inositol e o resveratrol pode ser útil na prevenção da resistência à insulina e, consequentemente, a síndrome metabólica e risco de doenças cardiovasculares. Um suplemento incluindo vitamina K2 + vitamina D + resveratrol + inositol proporciona excelentes benefícios na prevenção do risco de doenças cardiovasculares e osteoporose em mulheres pós-menopausa.

DOSAGEM DE USO
Idade                    Mulheres μg/dia             Homens μg/dia
0-6 meses              2,0                                      ---
7-12 meses           2,5                                        ---
1-3 anos                 30                                        ---
4-8 anos                 55                                        ---
9-13 anos               60                                       60
14-18 anos             75                                        75
19 >70 anos           90                                       120

IINTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS
Não associar a anticoagulantes.

SUGESTÕES DE FÓRMULAS
CÁPSULAS DE VITAMINA K21
Vitamina K2 90 μg
Excipiente QSP 1 cápsula
Tomar 1 cápsula ao dia.

CÁPSULAS ANTI-OESTEOPOROSE
Vitamina K2 90μg
Vitamina D 200UI
Inositol 300mg
Resveratrol 20mg
Excipiente QSP 1 cápsula
Tomar 1 cápsula ao dia.


Consulte seu médico e fale conosco.
Nossos farmacêuticos estão aptos a prescrever formulações.
De acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia.

Clicando no link acima à direita, você será redirecionado para a página de solicitação de orçamentos.
Preencha o formulário, informe no campo MENSAGEM, o produto em questão e aguarde nosso contato!

Devil´s claw

Devil´s claw

Devil’s claw, popularmente conhecida como Garra do Diabo é originária do deserto do Kalahari e outras partes do sul da África, é uma das poucas plantas africanas incluída na farmacopeia européia. Era utilizada pelos nativos africanos em doenças inflamatórias, diabetes e afecções renais e hepáticas. Somente em 1958 que suas propriedades farmacológicas foram confirmadas e desde então o seu emprego medicinal tomou expansão. Atualmente é utilizada para tratamento suporte de doenças degenerativas ou reumáticas das articulações e outras nevralgias, é empregada também como antipirética e estimulante do apetite.

Devil’s claw possui componentes potencialmente ativos como glicosídeo iridóide, procumbida, diterpenos, glicosídeos fenólicos, flavonoides, e principalmente o harpagosídeo, o qual tem propriedades anti-inflamatória e analgésica dose dependente. Exerce efeito cronotrópico negativo e inotropicos positivos ao alterar os mecanismos que regulam o influxo de cálcio na musculatura lisa. Seu uso permite, frequentemente, a redução de doses de corticoides e anti-inflamatórios não esteroidais.

MECANISMO DE AÇÃO
Os mecanismos de ação dos extratos do Devil’s claw são comparáveis aos dos anti-inflamatórios não esteroidais (AINES), através da interação da mediação nas vias metabólicas do ácido araquidônico, da COX, da lipooxigenase e também atuando na liberação das citocinas, e na produção de NO. Exatamente isso Devil’s claw possui uma ação anti-inflamatória, analgésica, anti- reumática, antiartrítica, antiespasmódica, sedativa e estimulante digestivo (MC LANHERS, 1992).

DOSE USUAL
1 a 3 gramas ao dia divididos em doses separadamente.

INDICAÇÕES
Tratamento de doenças reumáticas;
Tratamento de artrite e artrose;
Ação analgésica e anti-inflamatoria;
Traumas;
Tendinites;
Fibromialgia.

CONTRAINDICAÇÕES
Gravidas e ou lactentes (ausência em estudos em humanos) e pacientes com úlcera gástrica ou duodenal, devido à estimulação do suco gástrico, obstrução das vias biliares ou cálculos vesiculares, gastrite e cólon irritável.

REAÇÕES ADVERSAS
Pode causar dores de cabeça, zumbidos, perda de apetite e do paladar. Distúrbios gastrointestinais podem ocorrer em pessoas sensíveis, especialmente com o uso de doses elevadas. Em casos raros, pode aparecer um ligeiro efeito laxante ao iniciar o tratamento, o qual pode cessar espontaneamente.

INTERAÇÕES
Pode interagir com drogas utilizadas para o tratamento de desordens cardíacas, como drogas antiarrítmicas e com terapia hipotensiva/hipertensiva.


Consulte seu médico e fale conosco.

Nossos farmacêuticos estão aptos a prescrever formulações.
De acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia.

Clicando no link acima à direita, você será redirecionado para a página de solicitação de orçamentos.
Preencha o formulário, informe no campo MENSAGEM, o produto em questão e aguarde nosso contato!