Fisetin Max

Fisetin Max

ATIVIDADE NEUROPROTETORA
ATIVIDADE ANTIINFLAMATÓRIA
COADJUVANTE TRATAMENTO CÂNCER
COADJUVANTE NO TRATAMENTO DIABETES

Buxus é um género que engloba cerca de 70 espécies da família Buxaceae. São árvores pequenas (arbustos verdes), possuem crescimento lento (aproximadamente de 2-12 m de altura). Suas folhas são opostas, arredondadas, lanceoladas e coriáceas, pois elas são pequenos na maioria das espécies, geralmente 1,5-5 cm de comprimento e 0,3-2,5 cm de largura. Suas flores são pequenas e amarelas esverdeadas, monóica, com ambos os sexos presentes em uma planta. O fruto é uma pequena cápsula medindo de 0.5-1.5 cm de comprimento, contendo várias sementes pequenas.

Fisetin
Fisetin é um flavonoide - substância química estruturalmente distinta que per-tence ao grupo dos polifenóis. Ela pode ser encontrada em muitas plantas, ser-vindo como agente de coloração. Sua fórmula química foi descrita pela primeira vez pelo químico austríaco Josef Herzig em 1891. Suas atividades anti-envelhecimento, anti-inflamatória, anti-câncer, bem como suas propriedades an-ti-virais estão em constante investigação científica.

INDICAÇÕES
NEUROPROTEÇÃO E MEMÓRIA
Acredita-se que a Fisetina oferece uma proteção significativa contra o declínio da função cerebral, pois atua através de um conjunto diversificado de ações. Isto é especialmente importante uma vez que o declínio do cérebro não se baseia em uma única modalidade.

1) Fornece proteção antioxidante, aumentando os níveis de glutationa - anti-oxidante primário no interior do neurônio, vital na manutenção da saúde e funcionamento do neurônio;
2) Aumenta os níveis de energia celular (ATP);
3) Reduz a atividade da enzima 5-lipoxigenase inflamatória;
4) Ajuda a preservar a função mitocondrial nos neurônios: o cérebro é subme-tido a níveis crescentes de stress oxidativo, associadas ao envelhecimento;
5) Promove a memória e fortalece a transmissão sináptica entre os neurônios. Fisetina facilita ERK-dependente potenciação de longa duração (LTP) entre os neurônios. LTP envolve a modificação (reforço) dos sinais sinápticos, a-través da qual os neurônios se comunicam. LTP é um processo crítico e é o alicerce para a aprendizagem e memória.

PROPRIEDADES ANTI-INFLAMATÓRIAS
Inflamação Pulmonar
Inflamação pulmonar aguda foi induzida experimentalmente e os efeitos antiinflamatórios de Fisetin foram mostrados ser mais eficazes quando comparados aos efeitos anti-inflamatórios da dexametasona - um glicocorticóide.

Inibição da resposta inflamatória Alérgica
Fisetina, juntamente com vários outros flavonóides, tem sido mostrado por inibir a resposta inflamatória alérgica por ativação de células supressoras mastro (que suprimem a libertação de histamina). Os mastócitos desempenham um papel crítico na resposta inflamatória alérgica. Quando os mastócitos são ativados, eles secretam histamina e outras substâncias pró-inflamatórias.

PROPRIEDADES ANTI-DIABÉTICAS - REDUÇÃO DAS COMPLICAÇÕES
A baixa glicação das proteínas reduz as possíveis complicações do Diabetes.
Fisetin aumenta o nível de uma enzima (glioxalase 1), que é importante para a remoção e desintoxicação de um composto que está envolvido com a glicação de proteínas. Em modelos de camundongos diabéticos, Fisetin foi mostrado por re-duzir proteínas glicosiladas no sangue, rim e cérebro destes animais. Ao reduzir os níveis de proteínas glicosiladas, Fisetin foi capaz de atenuar as complicações diabéticas nos animais de laboratório. Além disso, Fisetin demonstrou inibir a hiperglicemia induzida pela redução da libertação de glucose pelo fígado.

DOSAGEM USUAL: 100mg-500mg/dia.


Consulte seu médico e fale conosco.
Nossos farmacêuticos estão aptos a prescrever formulações.
De acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia.

Clicando no link acima à direita, você será redirecionado para a página de solicitação de orçamentos.
Preencha o formulário, informe no campo MENSAGEM, o produto em questão e aguarde nosso contato!

Synapsa

Synapsa

Nos dias atuais, os mercados de trabalho estão cada vez mais exigentes e forçam a competitividade, exigindo produtividade com qualidade. As organizações tem procurado aumentar o nível de produtividade, buscando profissionais cada vez mais capacitados e resistentes às pressões.

A busca por melhor desempenho mental não envolve só profissionais já inseridos no ambiente de trabalho, mas também pessoas que passam por situações exigentes em concursos, provas e vestibulares, reuniões, audiências, etc.

Levando em conta a grande preocupação e necessidade atual de manter e melhorar o desempenho mental, foi desenvolvido Synapsa, um produto natural, patenteado e padronizado em bacosideos, com ação comprovada no incremento da performance mental.

Baseado em mais de 30 anos de pesquisa Synapsa tem evidências cientificas que Certificam seus efeitos benéficos no desempenho cognitivo, além de estudos clínicos que comprovam sua segurança e tolerabilidade.

Synapsa é o ingrediente fundamental para saúde cognitiva, com suporte para memória, aprendizagem e desempenho intelectual.

Recomendação de uso
De 300 a 640mg ao dia, sendo 300mg para uso contínuo e 640mg para uso agudo.

Aplicações
Aumento da performance mental;
Aumento do desempenho cognitivo;
Melhora da aprendizagem;
Melhora da memória;

Ações
Maior capacidade de processar informações;
Auxilia na retenção de novas informações;
Suporta um melhor desempenho em testes cognitivos exigentes;
Melhora a taxa de aprendizado e memória;
Melhora a precisão em multitarefas;
Melhora a performance mental.

Vantagens
Amplo perfil de segurança comprovado;
Certificado Kosher (certificação da comunidade judaica);
Non-GMO (não geneticamente modificado).

Farmacotécnica
Synapsa apresenta-se na forma de pó. Recomenda-se a manipulação em cápsulas, e não há restrições quanto ao uso de excipientes.

Mecanismo de ação
O mecanismo de ação de Synapsa envolve várias vias metabólicas e ainda não está totalmente elucidado. Os estudos comprovam e mostram evidências científicas dos seus efeitos na melhora do desempenho mental.

As ações são atribuídas à grande presença dos marcadores ativos, Bacosideos.

Há fortes evidências de que o mecanismo de ação de Synapsa possa estar atribuído a uma combinação entre a modulação de efeitos colinérgicos e antioxidantes.

Segundo os estudos que baseiam o mecanismo de ação de Synapsa temos as seguintes ações:

  • Promoção do crescimento de células neuronais;
  • Proteção dos neurônios contra a beta-amilóide (proteína que pode matar células nervosas);
  • Modulação do sistema colinérgico e reforço da velocidade de transmissão de impulsos de processamento e recordação;
  • Ação antioxidante e neuroprotetora, impedindo morte celular;
  • Ação ansiolítica e antidepressiva, controlada pelos níveis de cortisol.

Consulte seu médico e fale conosco.

Nossos farmacêuticos estão aptos a prescrever formulações.
De acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia.

Clicando no link acima à direita, você será redirecionado para a página de solicitação de orçamentos.
Preencha o formulário, informe no campo MENSAGEM, o produto em questão e aguarde nosso contato!